Tel.: +55 11 5181.0222

Produção de Motos cresce e pode fechar o ano com 1 milhão de unidades

O mercado de Motocicletas continua apresentando forte expansão em 2018 e pode fechar o ano acima de 1 milhão de unidades fabricadas.

Com exceção das exportações, as fabricantes instaladas no Polo industrial de Manaus (PIM) mantiveram em outubro uma tendência de crescimento que começou em setembro do ano passado e só registrou uma pequena queda em julho, efeito da greve dos caminhoneiros em maio.

Na comparação anual, a produção de Motos cresceu 26,1%, somando 99,2 mil unidades; as vendas no atacado chegaram a 91,6 mil Motos, alta de 31,6%; e 83,3 mil Motos foram emplacadas, com avanço de 22,1%.

Mesmo na comparação com setembro, os números são expressivos. A produção cresceu 23%, as vendas no atacado foram 19,5% maiores e os emplacamentos avançaram 12,5%.

“O desempenho também nos deixa mais otimistas quanto ao comportamento do consumidor no próximo ano, que poderá manter a demanda em alta”, afirmou Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo, entidade que representa os fabricantes, em nota divulgada à imprensa.

Segundo Fermanian, entre os fatores que explicam a retomada do setor estão a maior oferta de crédito pelas instituições financeiras, a expansão do consórcio e o crescimento da confiança do consumidor.

Com um crescimento de 19,9% na produção no acumulado do ano, somando 876,3 mil unidades até outubro, o setor está confiante em superar a meta prevista para 2018, de 11%.

Em 2017, produção e vendas caíram

A expectativa inicial era de produzir 980 mil Motos, mas já é possível pensar em ultrapassar a marca de 1 milhão de unidades.

A notícia negativa do setor em 2018 vem do mercado externo. Na comparação anual, as exportações caíram 33,5% em outubro, com apenas 5,2 mil unidades vendidas.

Principal mercado das Motos brasileiras, que já foi responsável por mais de 70% do comércio exterior do setor, as vendas para a Argentina representaram 52,7% das exportações no mês passado. Os Estados Unidos vêm em segundo, com 27%.

No acumulado do ano o balanço ainda é positivo, principalmente pelo desempenho nos primeiros meses do ano. As exportações totalizam 62,3 mil Motocicletas, alta de 7% sobre o dez primeiros meses de 2017.

 

FONTE: G1 - SP

DATA: 12/11/2018

JoomShaper